13.4.09

Vendo um pulmão quase novo. Motivo: habilitação cassada


Nem fumar a gente pode mais...

Eu sempre achei que, por questões humanitárias, nós, mortais comuns, tínhamos o direito a alguns viciozinhos triviais, mas agora, até isso já era.

O cigarro, por exemplo, teve um aumento proibitivo, ao que os iluminados do politicamente correto diriam, “bem feito”, “ta certo”, “cigarro tem que ser caro mesmo” e mais um montão de bobagens. Mas o que fica de fato é a certeza de que o pobre não tem mais direito nem sobre os seus próprios pulmões. É o fim do existencialismo clássico Sartreano.

Uma amiga bem humorada me disse nesse fim de semana: “muda pra maconha, é bem mais barato”. A canábis, no entanto, não é minha praia. Das duas uma, ou paro de fumar, acatando o que me é imposto pelo sistema, ou enfrento o monstro e pago caro pelo meu vício, obedecendo a lógica paralela para manutenção, via IPI, do mensalão das “otoridades” diante da crise.

 

Favela, doce favela...

 O Prefeito do Rio, Eduardo (Cavalcante*) Paes, reinventou o conceito de higienização social. Já anunciou, inclusive, que a remoção de favelas não pode ser vista como tabu, ou seja, sua excelência anda tentado a remover para bem longe a “escória” que tanto agride a retina dos riquinhos da Zona sul do Rio.

Não duvido nada se me disserem que ele vai a Alemanha “estudar a arquitetura e a logística dos antigos campos de concentração para aplicar aqui e, ao que tudo indica, o passo seguinte seria o de jogar mendigos, como fez sua mentora nos anos 60, e agora também favelados, dentro de algum rio com pedra amarrada no pescoço. Hitler e Mussolini devem estar felizes, no inferno, com a “coragem” do seu pupilo. Ainda bem que não votei nesse cara.

 (*) – Pra quem não sabe, no começo da década de 60 (nem eu era nascido ainda) uma poderosa Secretária do Governo Carlos Lacerda, Dona Sandra Cavalcante, dizem as más línguas, fez uma limpeza “social” no Rio de Janeiro mandando catar os mendigos das ruas e afoga-los no Rio da Guarda.

 

Futilidades...

             Li num site bobajal da internet, essa semana, uma coisa que me chamou a atenção. Uma nota dizia que o Junior, da dupla Sandijunior, filho do Chitoró com o Chorãozinho, esta namorando, por increça que parível, uma menina.

Acho fantástica essa capacidade que os artistas “mudernos” tem de chocar o público. Eu, por exemplo, jamais imaginei que o Junior fosse lésbica. Foi uma sacada e tanto de Marketing.

 Cultura de crente...

 A IURDIgreja Universal do Reino de Deus - quem diria... Montou um “Centro cultural”. O fato, por si só, desmoraliza e ameaça gravemente o conceito racional de cultura, mas fazer o que, né? Os caras tem dinheiro e poder político...

O Centro Cultural Jerusalém, ou CCJ para os mais chegados, fica em Del Castilho e foi reconhecido oficialmente por Sérgio Cabral, o Governador de passagem – o que é mais grave ainda.

Como todos sabem, se Deus é o caminho. a IURD é o pedágio,.E agora, com chancela do Estado, certamente eles vão angariar mais uma graninha extra (*), só que dessa vez pública, para forrar os bolsos de JC Macedo.

Depois da enxurrada de “Centros Sociais” de políticos empestando o Estado, só nos faltava essa. É a prova irrefutável de que a picaretagem é a atividade mais lucrativa do Brasil nos dias de hoje.

Ei... Cadê o Ministério pútrido?????????????????

 (*) – Graninha extra é só um eufemismo, lógico.

10 comentários:

conversaatrevida disse...

Vem cá que eu vou te dar um 'Pedala Robinho' na cabeça (de cima, claro!!!) pela brincadeirinha SEM GRAÇA com o Junior.


Ruim isso de terem que ter leis pra dizer aos outros que eles estão 'incomodando'...
E cigarro incomoda, sim...E NEM SEMPRE dá pros 'incomodados se mudarem', mas dá pra quem fuma NÃO acender o cigarro...
E eu confesso que sou meio 'fresca' com o gosto dos beijo.
cigarro, por exemplo, dá uma certa 'broxada' no meu tesão...
Se for só sexo, tudo bem, aí faço que nem as prostitutas e NÃO beijo...rsrs

Olha, eu confesso que tenho certa inveja da 'lábia' do Edir...
Se eu tivesse 1% dela nos meus dedinhos eu abriria o blog "O Virtual do Reino de Deus" porque Se Deus sabe de 'todas as coisas', com certeza ele também usa computador, né não?

Beeeeijo...
e tuuuuuuuuuudo bem, eu desliguei o som antes ok?

:p

rs

Atrê

Vicente Portella disse...

Oi Atrê...

Fica fria, meu anjo. É tudo brincadeira. Relaxa e goza, pois nada aqui tem o intuito de sacanear gravemente ninguém...rsrsrs

Beijão

conversaatrevida disse...

Vicente....quanto ao seu comentário aí em cima, seguinte:

FRIA eu NÃO GOZO.
Só pra constar.


rs

******************

Vicenteeeeeeeeee.... vc chamou a POLÍCIA???
Roubaram um post do seu blog.
Na lista de links está aparecendo um post recente aqui...MAS CADÊ????

Nossa...tem ladrão em tudo quanto é lugar mesmo!!!

Vicente Portella disse...

Nesse caso, Atré, é melhor deixar você quente, bem quente...

Quanto ao post roubado, é um troço complicado...Aqui no Rio nem Gverno de Estado nem Prefeitura deixam passar nada...Meu post ja deve estar em Paris ou em alguma conta na Suiça...kkk

Beijão

Robert Sachsse disse...

Adorei essa da IURD. Muito engraçado. Aliás veio bem a calhar em tempos de privatização rodoviária.

Beatriz Oliveira disse...

É absurda essa extorsão legalizada! Humpf...

Torres disse...

Meu querido Portella:
Sabes que muito te admiro e sou fã de carteirinha do teu talento de escritor. És um orgulho para todos nós. Afinal, quem escreve "Os Anjos do Pé Sujo" tem o seu lugar garantido na histótia de nossa literatura. Mas, sempre tem um mas... não concordo com a tua abordagem sobre o cigarro. Ninguém está proibindo ninguem de fumar (sou contra qualquer proibição, no mínimio é burrice). O que se deseja é que gente como eu e você não morra com um câncer, comprovadamente, provocado pelo cigarro. Perdi meu pai vitimado pelo tabagismo; teve uma longa e dolorosa agonia. Acompanhei (desesperado) o sofrimento de minha mulher com cancer no pulmão. Era uma mulher inteligemnte, politizada e generosa, mas morreu aos 56 anos. Meu cunhado luta há anos contra um cancer provocado pelo "cigarrinho". Proibir, jamais, dificultar a prática do tabagismo, sim.
Um grande abraço. '

Vicente Portella disse...

Meu caro Torres,

É claro que o câncer é um drama, todos temos consciência disso, mas esta não é a questão.
Se o pano de fundo fosse a saúde pública tanto o cigarro quanto a coca cola seriam ilegais...
O que ponho em discussão é algo mais existencialista. O direito que vc deve ter sobre seus hábitos independente de quaisquer outras coisas...
Mas na verdade também é um texto de humor. Brincar com a vida, ou com as coisas da vida, melhor dizendo, pode ser algo profundamente salutar.

Grande abraço, amigo...
Precisamos nos encontrar para trocar umas idéias.

É Ella? disse...

FANTÁSTICO SEU BLOG. ADOREIIII

Vicente Portella disse...

Valeu Ella, beijão pra você.