30.4.09

A Dani pediu pra eu espalhar... Tô espalhando.







Cidadã e cidadão,

O que queremos pelo Dia da Baixada?

Por uma Baixada Fluminense com menos Caveirão. Por uma Baixada Fluminense despida do velho costume de coroar, na época das eleições, os donos das armas, das chacinas e da morte. Por uma Baixada Fluminense que valorize seus artistas, seus ambulantes, seus motoristas, seus professores, seus operários, suas donas de casa, seus estudantes, seus garis. Por uma Baixada Fluminense com mais educação, mais asfalto, mais leitura. Mais valorização de nossas expressões populares, voz aos nossos poetas, mais auto-estima, mais investimentos nos serviços de saúde pública, muito mais saneamento, muito mais respeito pelos idosos. Por uma Baixada Fluminense de prefeitos e vereadores conscientes, honestos e lúcidos. Por uma Baixada Fluminense sem enchentes. Queremos recursos garantidos para creches, escolas e centros culturais públicos. Dinheiro há, sabemos. Por uma Baixada Fluminense com mais responsabilidade de nossos empresários, que daqui extraem seus lucros. Por uma Baixada Fluminense sem choque de ordem: precisamos de lazer, de esporte, de emprego, de arte. Por uma Baixada Fluminense sem choque e sem ordem imposta pelo autoritarismo. Por uma Baixada Fluminense que reconheça seus negros, nordestinos e menores de idade, vítimas preferenciais das execuções sumárias dos grupos de extermínio.

É por isso que o Coletivo de Artes em Trânsito foi ontem à praça pública, no coração de Duque de Caxias, com a performance sala de estar: quando a baixada aparece na capa do jornaldemonstrar que o Dia da Baixada, comemorado hoje, é uma data de conscientização, não de festa. A festa a gente deixa pra eles: dos políticos endinheirados às madames fúteis da sala de estar. O trabalho, esse de ocupar os espaços da cidade [principalmente públicos!] e mostrar que TÁ TUDO ERRADO, isso, eu, você e um bando de gente legal pode FAZER

Praticamos um ataque poético pelo Dia da Baixada. E você?  


FICHA TÉCNICA
performers bia pimenta, dani santana, daniele reis, eldemar de souza, flavia fernandes, marcio bertoni, rodrigo dutra, sil freitas, worney peixoto e yasmin paçoca    musicistas lydiane fátima e paula cruz produção bia pimenta, dani francisco, guilherme zani, marcelo lima e marcio bertoni 
registro audiovisual e edição guilherme zani
arte designer andre prestor
 criação e direção coletivo de artes em trânsito apoio relicário multimarcas e brechó

agradecimentos, beijos e afagos em aurora goodwin, no coletivo de cinema mate com angu, em dulce francisco, gabriel gatti, glauco, guiomar francisco, helen paredes, jorge amin, junior maluco, marcelo silva, mel, pablo pablo, rafael barreto, relicário multimarcas e brechó, tani e tv brasil.      


Fotógrafo rafael barreto [mais trabalhos dele em http://www.rafaelbarretofotografia.blogspot.com
valeu, rafa! espalha pra geral que a revolução é íntima, a ação contínua e o amor coletivo.


Nota do editor - que sou eu mesmo: Isso sim, é pegar o touro a unha e fazer história. Parabéns Dani, Bia e toda a turma do Coletivo de Artes em Trânsito.

29.4.09

Projeto Menguele

Dizem as más línguas que, depois do muro anti pobre, Sergio Cabral e Eduardo Paes vão contratar - numa parceria Estado/ Prefeitura  um virologista  alemão, altamente qualificado, para isolar o vírus da gripe suína e armazena-lo.

Serginho e Dudu pretendem fazer estudos sobre o vírus e experiências visando fundir este com o vírus da gripe aviária. Talvez para criar no futuro um porco com asas, quem sabe?

Os dirigentes, é claro, estão tomando os cuidados necessários para proteger a população de qualquer possível contaminação. Só vão autorizar as experiências na parte interna do muro, onde ficarão as favelas.

 

Mais suíno

               O assunto da moda é a gripe suína. Eu, particularmente, nunca vi um porco espirrando, mas estou  de olho na TV Senado e não perco de vista o Heráclito Fortes.

Pode ser neura minha... Teoria da conspiração, sei lá. Mas algo me diz que essa doença surgiu em Brasília. Eclodiu no Senado e se espalhou para a Camâra. Depois , com aquele esquema de viagem internacional de parlamentares por nossa conta, acabou indo parar no México.

Quantos Deputados e Senadores brasileiros estiveram em Cancun nos últimos meses? Se o Heráclito e o Mão Santa estiverem nessa lista, não tem jeito. É batom na cueca... do porco.

27.4.09

2012 vem aí...

Estava vendo ainda a pouco um documentário sobre Michel de Nostradamus. Por incrível que pareça o velho profeta francês ainda faz sucesso, mesmo depois  da virada do milênio.

Desde guri eu ouvia o papo de que o mundo acabaria no ano 2000 por causa de uma previsão de Nostradamus. Passado o ano fatídico, como nada aconteceu, a indústria do fim do mundo encontrou escapatória em um velho calendário dos Maias – Não sei se o César tem algo a ver com o peixe – e distorceu o mais que pode algumas velhas centúrias do velho para garantir seus lucros por mais alguns anos. Agora está sacramentado, o mundo acaba em 2012.

Fiquei pensando em como os líderes mundiais encarariam tal profecia. Como se um jornalista perguntasse qual a expectativa de cada um para o fim dos dias.

Para o Barack Obama, por exemplo, é jogaço. Coincide com o fim do seu mandato, ao contrário do que ocorre com Hugo Chaves, da Venezuela. Com oito anos no poder e direito a reeleição eterna, o coronel deve ter pensado: “Pô, justo agora que eu pretendia começar a governar”.

 No caso do Lula a coisa pode ser bem tranqüila. Em 2010 acaba o seu mandato e se ele realmente conseguir eleger a Dilma vai poder argumentar que o povo deu sorte, pois o mandato dela será de apenas dois anos, apesar de, ele, particularmente, não saber de nada.

Entre os artistas a convulsão também deve ser enorme. Imagino a Hebe, pau da vida porque o apocalipse vai lhe roubar a juventude bruscamente. Roberto Carlos, supersticioso como é, vai tentar boicotar o armagedom pedindo para todos se vestirem de branco,  e o Silvio Santos, muito provavelmente, vai inventar o jogo do fim do mundo. Quem escapar do juízo final fica com toda a bolada  acumulada até lá.

Chico, Caetano e Gil certamente farão uma canção para o evento e lançarão um CD com participação de vários artistas nacionais e com todos os lucros das vendas doados às vítimas da tragédia. Se serve de consolo, certamente a música seria genial.

Mas certo, certo mesmo, eu só sei do Tom Zé e do Boldrim que ja declaram publicamente que se o mundo se acabar vão levar uma comadre...

" Pra depois do fim do mundo a gente ter... um pecadinho, pra confessar pro padre".

25.4.09

Nem o câncer suporta a Dilma

Os muitos marketeiros do palácio do Planalto são realmente geniais. Inventaram um câncer com 99% de chance de cura só para manter Dona Dilma no noticiário amigo, e, melhor ainda, fazer todo mundo ficar com peninha dela.

Um câncer de verdade, creio eu, só se instalaria no organismo da Dilma por engano. E mesmo assim, ao descobrir quem é a figura o câncer se mandaria.

Imagino dois cânceres conversando:

 - Tô morando em Brasília agora, com uma Dona poderosa paca, Dona Dilma Roussef conhece?

- Sai dessa mané.Meu avô conviveu com a família do Ademar de Barros e conhece bem essa Dona. Ela é o cão, pode acreditar.

 Todos os jornais publicaram hoje que o câncer já foi retirado. Duvido que seja verdade. É mais fácil o bichinho ter fugido quando soube que era a Dilma.

 

Ciro chuta o balde

O Deputado Ciro Gomes, do Ceará, chutou o pau da barraca dia desses, no plenário do congresso.

Ao que parece, mutreteiros da casa venderam passagens aéreas em nome da mãe do Deputado, sem que ele sequer soubesse, e a imprensa, claro, foi lá cobrar os sacrifícios que costumam ser feitos em seu altar. Mas o cearense não baixou a bola.

De uma vez só, fulo da vida, no melhor estilo cabra da peste, Ciro desqualificou a imprensa, o Ministério Público e ainda taxou de covardes os debutados que acatam a ordem da mídia.

Culto, coisa rara entre políticos, Ciro detonou a plutocracia – poder dos ricos – e desafiou a mídia.

- Pode publicar aí, Ministério Público é o caralho... É o caralho!

Com uma frase dessas, eu imaginei que todas as primeiras páginas do dia seguinte abordassem o fato. Nada. Nem uma vírgula sobre o assunto.

Poderosos devem estar se reunindo em todas as grandes redações do País, buscando uma estratégia para botar cabresto no cabra. 

24.4.09

Até tu, Gabeira?

Confesso, votei no Gabeira para Prefeito. Não me arrependo, é claro, pois Eduardo Paes é muito pior. Mas confesso também que fiquei baqueado com as últimas notícias. Eu já sabia que boa parte daquela turma do congresso vive bem às minhas custas - e às suas também - mas o Gabeira? Pô, quem diria...

Na verdade por duas vezes eu vi o Gabeira ficar mal na fita. A primeira foi quando ele resolveu beijar a mão de ACM para que o velho Senador baiano intermediasse seu perdão nos EUA. Achei aquilo meio deprimente. Só faltou o Gabeira dizer que não havia sequestrado ninguém; que na verdade só passou no cativeiro para entregar uma pizza e acabou dançando. E para não ficar para trás, acabou surfando na onda quando a coisa virou moda.

A segunda foi quando bateu boca com Miro Teixeira no congresso.. Ele, Gabeira, defendendo a manutenção da famigerada verba de gabinete e Miro querendo acabar com a mamata. Mas enfim, não era nada tão grave, só estava defendendo o leitinho das crianças.

Dessa vez, no entanto, o verde pegou pesado. Mandar a filha surfistinha para os EUA com a nossa grana é o cúmulo da sacanagem. É coisa que a gente espera do Roberto Jeferson, do neto do ACM, daquela ladroada toda do congresso, mas não do Gabeira.

Pode ser até que tudo isso tenha vindo a tona porque Gabeira lançou sua candidatura para o Governo do Estado, o que atrapalharia muita gente boa e poderosa do Rio de Janeiro, mas isso também não justifica. Um cara que se apresenta como paladino da moralidade não pode pisar no tomate dessa forma.

Resumindo, é uma pena que Gabeira, mesmo nunca tendo sido nenhuma Brastemp, tenha se transformado em mais um Deputado Federal, igaualzinho à tantos outros existentes em Brasília. Quem perde mais com isso é o Rio de Janeiro, que agora, praticamente, entre 46 eleitos, só tem o Miro Teixeira como Deputado de verdade. Tomara que surja gente nova por aí disposta a honrar um mandato eletivo, mas que não seja paladino de nada. Basta ser um bom Deputado, até para não causar decepçõeos tão pesadas como esta, patrocinada por Gabeira com a nossa grana.

23.4.09

Supremo de frango...

A crise financeira mundial, como todo mundo sabe, está causando reações bombásticas pelo planeta. Aqui, a crise chegou ao supremo. 
Joaquim e Gilmar, dois Ministros faceiros, quase chegaram às vias de fato na maior corte do País.
A gente sabe como as intituições brasileiras funcionam: casa que falta pão todo mundo grita e ninguém tem razão. 
Que o Gilmar Mendes desmoraliza a justiça até as pedras do cais já sabem, mas daí a dizer que o Presidente do Supremo tem capangas no Mato Grosso  putz... Joaquinzão pegou pesado. Apesar de que, no Mato Grosso todo mundo deve ter capanga... Mas pô, os caras estavam no plenário do Supremo.
De agora em diante, juro aos meus 06 ( Seis )  leitores, com toda a força da minha crença absoluta em um ser divino... Supremo pra mim, só de frango.


A iniciativa é válida. O problema é ter que deslocar os manifestantes para Paris, Londres, Nova York... A gente sabe que não é tão fácil assim encontrar a casa do Sérgio Cabral. Seria mais jogo fazer a vigilia no aeroporto.

Pra compensar esse bobajal todo...
O show de Jorge Bodart continua bombando no Bar Nonatus, da Lapa Rua do Lavradio 146 ( Antigo Belmonte )
Ótimo atendimento, além de manter o velho e bom cardápio do Belmonte.
Todo sábado, à partir das 20 hs rola MPB da melhor qualidade, Samba e tudo mais o que se tem direito. Ah...o violão de Bodart, é claro, dispensa comentários.
Reservas:25078660/25075807. 

21.4.09

Só pra registrar...

Viu o que está rolando no Maranhão?. Deram uma pernada no Jakson Lago e puseram a filha do Sarney no Governo. Veio água de matar sapo afogado e o Maranhão ficou em baixo dágua. Até Deus deve ter ficado P da vida com a trapaça dos Sarney, mas quem acaba pagando o pato é o povo, coitado. Se chovesse só dentro dos gabinetes de Sarney e Roseana, com tudo herméticamente fechado, seria muito mais justo, concordam?

E o Gabeira... Quem diria, né?
Deve estar lendo o poema do Vinícius: filhos, filhos / melhor não te-los...

Descobri que esse lance de violência sexual anda gravíssimo mesmo. Comprei dois inocentes vidrinhos de água oxigenada e e ambos vieram com um aviso estampado: Lacre inviolável. Pô, andam violando até frasco é água oxigenada? Tá feia a coisa...

E o Deputado galã? Sacanagem isso. 
Comer globete com a minha grana é algo inaceitável. Principalmente por que a gente sabe que essas coisas custam caro pra dedéu. Será que Adriane Galisteu e Cia vão fazer "corpo a corpo" na campanha desse cara ano que vem?

Ainda bem que eu descobri que o Barak Obama é tricolor. Pelo menos uma notícia boa pra animar o dia.

20.4.09

A arte da não notícia...


Na condição de cidadão Fluminense, eu amo a nossa imprensa. A arte de escamotear o que atrapalha e só noticiar o que interessa aos sócios é aplicada no Brasil inteiro, mas aqui no Rio a coisa se dá de maneira magistral.

Depois de muito tempo dei uma lida hoje no Jornal “O Dia", se é que se pode chamar aquilo de uma lida. Com exceção de um crime violento, o diário carioca não trouxe uma notícia relevante sequer, o que me faz crer que nada de importante aconteceu no Estado do Rio de Janeiro no dia de ontem. Tirando futebol e basbaquices de celebridades, o Rio esteve estagnado. Pelo menos segundo o Jornal o dia. Não levei 5 minutos para ler o jornal inteiro.

Por outro lado - aí no que diz respeito à criatividade - a imprensa carioca – “O Grobo” ta dentro - reinventou o jornalismo. De maneira absolutamente moderna e inspirada nos conceitos nobres da bolsa de valores, criaram o mercado de matérias futuras nos moldes da Bolsa de mercadorias do futuro.  E, creia-me, a palavra MERCADO tem um sentido amplo e visceral nesse caso.

Como não da pra dizer o que aconteceu de verdade para não estragar os negócios do Governador e do Prefeito, seus sócios, a imprensa fala do que os bons e humanitários chefes de executivo pretendem fazer ainda.

Pra não falar do muro de Berlin do Rio, separando pobres e ricos, a imprensa diz “Governador vai acabar com a pobreza” (Texto oculto: vai matar todos os pobres)

E o choque de ordem? Esse é pior ainda. Bastou a mulher de um sub azêmola da Prefeitura quebrar o salto num buraco para que todos os comerciantes da região fossem ameaçados de prisão perpétua. Aí a imprensa estampa em letras garrafais: ”Comerciantes vão consertar calçadas do centro”. (Texto oculto: ou consertam as cagadas da Prefeitura ou a gente ferra eles na fiscalização).

E por aí a coisa segue. Tudo que foi executado em Governos passados é escandalosamente atribuído ao mandante atual. Reforma do Maracanã, indústria naval, Delegacia legal, obras e reformas em geral, tudo.

Fico imaginando se o Governador não viesse ao Rio só quando esta detraído, o que eles não diriam... Iriam canonizar o bicho.

Dia desses li em algum lugar que a verba publicitária do Estado é controlada por um cara que nem é do Governo, mas tem o mesmo DNA do Governador. Esse cara deve ser generoso paca com  “O Dia” e com “ O Grobo”. Ou é isso ou nossos jornais consideram Cabral um homem santo de verdade.

Pode ser que seja isso. Como diz o livro sagrado, do pó viestes e ao pó retornarás.

 

13.4.09

Vendo um pulmão quase novo. Motivo: habilitação cassada


Nem fumar a gente pode mais...

Eu sempre achei que, por questões humanitárias, nós, mortais comuns, tínhamos o direito a alguns viciozinhos triviais, mas agora, até isso já era.

O cigarro, por exemplo, teve um aumento proibitivo, ao que os iluminados do politicamente correto diriam, “bem feito”, “ta certo”, “cigarro tem que ser caro mesmo” e mais um montão de bobagens. Mas o que fica de fato é a certeza de que o pobre não tem mais direito nem sobre os seus próprios pulmões. É o fim do existencialismo clássico Sartreano.

Uma amiga bem humorada me disse nesse fim de semana: “muda pra maconha, é bem mais barato”. A canábis, no entanto, não é minha praia. Das duas uma, ou paro de fumar, acatando o que me é imposto pelo sistema, ou enfrento o monstro e pago caro pelo meu vício, obedecendo a lógica paralela para manutenção, via IPI, do mensalão das “otoridades” diante da crise.

 

Favela, doce favela...

 O Prefeito do Rio, Eduardo (Cavalcante*) Paes, reinventou o conceito de higienização social. Já anunciou, inclusive, que a remoção de favelas não pode ser vista como tabu, ou seja, sua excelência anda tentado a remover para bem longe a “escória” que tanto agride a retina dos riquinhos da Zona sul do Rio.

Não duvido nada se me disserem que ele vai a Alemanha “estudar a arquitetura e a logística dos antigos campos de concentração para aplicar aqui e, ao que tudo indica, o passo seguinte seria o de jogar mendigos, como fez sua mentora nos anos 60, e agora também favelados, dentro de algum rio com pedra amarrada no pescoço. Hitler e Mussolini devem estar felizes, no inferno, com a “coragem” do seu pupilo. Ainda bem que não votei nesse cara.

 (*) – Pra quem não sabe, no começo da década de 60 (nem eu era nascido ainda) uma poderosa Secretária do Governo Carlos Lacerda, Dona Sandra Cavalcante, dizem as más línguas, fez uma limpeza “social” no Rio de Janeiro mandando catar os mendigos das ruas e afoga-los no Rio da Guarda.

 

Futilidades...

             Li num site bobajal da internet, essa semana, uma coisa que me chamou a atenção. Uma nota dizia que o Junior, da dupla Sandijunior, filho do Chitoró com o Chorãozinho, esta namorando, por increça que parível, uma menina.

Acho fantástica essa capacidade que os artistas “mudernos” tem de chocar o público. Eu, por exemplo, jamais imaginei que o Junior fosse lésbica. Foi uma sacada e tanto de Marketing.

 Cultura de crente...

 A IURDIgreja Universal do Reino de Deus - quem diria... Montou um “Centro cultural”. O fato, por si só, desmoraliza e ameaça gravemente o conceito racional de cultura, mas fazer o que, né? Os caras tem dinheiro e poder político...

O Centro Cultural Jerusalém, ou CCJ para os mais chegados, fica em Del Castilho e foi reconhecido oficialmente por Sérgio Cabral, o Governador de passagem – o que é mais grave ainda.

Como todos sabem, se Deus é o caminho. a IURD é o pedágio,.E agora, com chancela do Estado, certamente eles vão angariar mais uma graninha extra (*), só que dessa vez pública, para forrar os bolsos de JC Macedo.

Depois da enxurrada de “Centros Sociais” de políticos empestando o Estado, só nos faltava essa. É a prova irrefutável de que a picaretagem é a atividade mais lucrativa do Brasil nos dias de hoje.

Ei... Cadê o Ministério pútrido?????????????????

 (*) – Graninha extra é só um eufemismo, lógico.

10.4.09

Elis e Vinícius...

Assisti à um belíssimo documentário sobre Vinícius no Canal Brasil, aí deu saudades. Fui chafurdar o youtube e encontrei Elis nesse popurri aberto pelo Canto de Ossanha, aí deu saudades dela também. Então la vai...

video

Denuncie: violência no trabalho é coisa grave

video

9.4.09

Mais notas. Porém, aviso logo: todas sem valor monetário


Mais um slogan... (Sugerido por Heraldo HB) e uma propagandinha básica do Viagra...

Bradesco: Colocando você sempre à frente... Caso ocorra um tiroteio ou surja algum abismo.

Coisa de oposição...

Lula trocou o presidente do BB e Ronaldo Caiado (Aquele mesmo) – Depufede oposicionista – deu um baita piti infeccioso:

- Não se pode trocar assim, só porque o Presidente quer...

Ué!!! Para que o povo elege o Presidente da república então? Pra ficar calado, olhando burocrata fazer besteira? Se ele não pode intervir, quem é que pode, cara pálida?

 Protógenes...

Cada povo tem o herói que merece. Mas cá pra nós, Protógenes é barra... Até o nome do cara depõe contra. PROTO = Primeiro, GENES = Gen (se mete nisso não, é coisa de grego) que por analogia pode ser gênesis, o começo de tudo. Se o cara é o primeiro gen surgido na face da terra, certamente não adquiriu ainda a evolução necessária para coisa nenhuma e até os grampos devem ter sido feitos por mero instinto (Consultem Darwin, por favor). Se for testemunha ocular do gênesis, pior ainda, ou é suspeito ou não lembra de mais nada. Tanto que escondeu o leite na CPI do Itagiba. Elevar um araponga a condição de herói nacional dá nisso. Mas enfim, eles que são brancos de olho azul que se entendam.

 Como e o que eles pediriam de esmola se houvesse necessidade...

Ronaldinho, do Corinthians: Três travestis, pelo amor de Deus... Três travestis, pelo amor de Deus...

Delúbio Soares: Hei.Você aí! Me dá um dinheiro aí ! Me dá um dinheiro aí !

Fernando Henrique Cardoso: Uma presidência, por amor a mim... Uma presidência, por amor a mim...

O pervertido culto: uma anã paraguaia, por Baco...  Uma anã paraguaia, por Baco...

O povo que assiste futebol na TV: Um narrador...Tum tum tum... Um narrador... Tum tum tum ... Hei! Galvão! Vai tomar... (deixa pra lá)

O Senador: ih...Esquece...Esse não passa necessidade nunca.

 Aliás,

 Já que o assunto foi puxado, vale a pena perguntar: para que serve o Senado? Tirando o Cristóvão Buarque e o Pedro Simon, não há nada que justifique a existência da câmara alta. Pode anotar, se um grupo de canibais devorar um Senador por dia, exceto Cristóvão e Simon, ninguém vai perceber nada até que desapareça o cara que assina os cheques. A gente sabe que, acabando com o Senado, a montoeira de grana economizada seria desviada para outra mutreta qualquer, é claro. Mas que diminuiria a sensação de roubo institucional, isso diminuiria.

 

Novamente o BB...

 Tem gente se confundindo por aí, pensando que BBB e BB são as mesmas coisas. É bom que fique claro, pelo menos para a Mirian Leitão, que a Globo só tem poder de mando oficial sobre uma das siglas.

 

E para terminar...

Ouvi um crente dizer (1), dia desses, que, lendo o resultado das últimas eleições para Prefeito, Deus havia decidido liberar alguns terremotos para o Rio de Janeiro, principalmente para a Capital e Duque de Caxias.  Mas diante do quadro nacional, o onipresente desistiu da coisa. Seria um gasto desproporcional de energia divina. Quem acabou pagando o pato foi a Itália, que elegeu Berlusconi e, definitivamente, merecia uma reprimenda pública. Aqui, Deus resolveu se vingar de forma diferente. Deixando os caras Governarem.

 

1-       Sabe como é, né? Eles se auto nomeiam assessores do homem.