3.11.09

Prefeitura dando trambique em circo? Isso é covardia...

Li no jornal  hoje que a Prefeitura de Belford Roxo ( RJ ) comandada por um tal de Alcides Rolim, do PT, deu um trambique de 8 mil reais em um circo da cidade. Nunca havia ouvido falar em algo tão grotesco.
O circo é uma das organizações artísticas mais naturais e legítimas que existem mas, talvez exatamente por isso, os artistas circenses vivem numa penúria de dar dó. São pessoas que literalmente tiram leite da pedra todos os dias para sobreviver, e fazem isso sem abrir mão de apresentar, quase sempre várias vezes ao dia, espetáculos belíssimos. Coisas de encantar e seduzir a alma humana. 
Não é à toa que as crianças são fascinadas pelo circo. É arte pura em estado cristalino.
Imagino o que se passa na cabeça de um Prefeito desses... Imagino não, sei. Um cara que escolhe um funkeiro para ser seu "Secretário" de Cultura e ao mesmo tempo dá um trambique em artistas circenses, certamente não tem nada na cabeça. Se fosse possível ao vento entrar por uma de suas orelhas e sair por outra, certamente o faria sem encontrar obstáculos.
Mas não é apenas isso. Certamente trata-se de um ser sem qualquer sensibilidade, por isso a ausência de compromissos com coisas sãs, inclusive na administração pública.
Espero que meu amigo Jorge Coutinho, Presidente do Sindicato dos artistas, ao qual os trabalhadores de circo são filiados, tome uma posição contundente sobre essa covardia. Esses moço, assim como seus cambonos, na verdade não estão qualificados para exercer qualquer poder constituído. Infelizmente, porém, a ausência de investimentos em políticas públicas nas áreas mais pobres das cidades nos leva a eleição de aberrações.
Seria bom se todos escrevessem o nome desse Prefeito - Alcides Rolim - em um pedaço de papel para não esquecer. Pessoas de bem não podem dar seu voto à um governante covarde, ou pelo menos a gente sonha que seja assim.


" Batam palmas pro palhaço que na vida já foi tudo, foi soldado, carpinteiro, seresteiro, vagabundo..."

3 comentários:

Torres disse...

Portella, juro, não lerei mais o teu blog. Os textos maravilhosos e desaforados que produzes ficam me provocando e angustiando. Aí eu tenho vontade de responder e respondo.
Essa do prefeitinho - trambiqueiro de circo - só vem confirmar o que o povo pensa dos políticos do nosso Brasil varonil. Formam, em sua maioria, um bando de pilantras, desclassificados e outros epítetos de igual ou pior jaez. Literalmente: tomam biscoito de criança e dentadura de velho.
Portella, respondas amigo, será que democracia é isso que estamos vendo? Se é, que faço eu? Não voto mais em ninguém? Viro monge budista? Vou morar em Formoso do Araguaia? Ou também me candidato?
Responde, amigo...por favor.
Se amanhã aparecer no "O Dia" a notícia do meu suicídio, serás o culpado, único e exclusivo.
Um abraço com algum embaraço.

Vicente Portella disse...

Na verdade, Rogério, democracia não tem nada a ver com isso. O que vivemos é a plutocracia. Mas não há motivo pra o seu suicídio, é muito mais interessante para a humanidade esperar que tal atitude parta destes prefeitinhos que assolam a pátria mãe, tão distraída.

Grande abraço

Flor disse...

QUE PALHAÇADA ! :X

FALTA DO QUE FAZER?!!!!!!!!!!!