10.11.10

A bolinha de papel mais cara do mundo: 2,5 bi.

O Lula é um cara muito generoso. Deu um dinheirinho considerável para o Haiti, perdoou as dívidas de vária ditaduras africanas com o Brasil e agora deu mais 2 bilhões e meio de presente ao Sílvio Santos, o homem do baú, para socorrer seu banco, o Panamericano. 
Menos da metade dessa grana resolveria o problema de água da Baixada Fluminense ¹, mas Lula, na condição de Presidente altamente popular, com 345,33% ² de aprovação nas pesquisas, não precisa se dar ao luxo de atender a demanda de abastecimento de água do Zé povinho, então pode jogar dinheiro avanço entre seus aliados e amigos. Afinal de contas o dinheiro não é dele mesmo... 
Mas porque Lula daria tanto dinheiro para Sílvio Santos? É de se estranhar que alguém que prega intervenção estatal nos meios de comunicação seja tão condescendente com um de seus proprietários. Mas a campanha do segundo turno explica bem isso. 
SS e Lula tiveram um papinho reservado durante a campanha - quando SS disse que tentou vender uma Tele Sena para o Presidente - e logo depois disso o SBT suspendeu o debate que estava marcado entre Serra e Dilma. 
Naquele momento, a candidata do Presidente claudicava, perdia forças e era questionada por vários segmentos da sociedade por conta algumas de suas históricas posições políticas. Dilma tremia à cada encontro com Serra, perdia a linha, agredia e chegou até a defender de maneira velada sua amiga Erenice, insinuando que as acusações contra ela eram “armação” da imprensa. 
Logo depois de suspender o debate, quebrando um galhão e tanto para a escalafobética candidata, o SBT fez uma cobertura inacreditável da agressão sofrida por Serra no Rio de Janeiro, resumindo a ação das brigadas mussolinistas do PT à uma mera galhofa, uma bolinha de papel. Foi o SBT quem proporcionou ao Presidente da República, não apenas a minimização da atitude fascista de seus companheiros, mas, acima de tudo, a oportunidade de culpar a vítima e até a tentativa de negar o ataque. Lula deve realmente ter ficado muito grato ao “cumpanheiro” SS.³ 
Agora, passadas as eleições e com a vitória assegurada, entende-se a posição de Sílvio. Ganhar 2,5 bilhões de reais só pra suspender um debate e expor o adversário do Presidente ao ridículo é bom demais. Coisa simples e lucrativa para empresários da estirpe de SS. 
Certamente foi a bolinha de papel mais cara do mundo, mas e daí? Quem tá pagando a conta é o Zé povinho mesmo... E se alguma coisa der errado no novo Governo, a NeoCPMF já está na fita. Será uma bela reserva em caixa para situações semelhantes. 
A brigada fascista do PT pode ficar tranquila, o que não vai faltar é patrocínio para suas ações. 



1 – Esgoto, habitação, transporte... essas coisas então nem se fala. 
2 – Apesar de ter eleito sua ungida só aos 48 do segundo tempo e à duras penas. 
3 – É bom lembrar que logo depois, no debate da Globo, as regras e até o formato foram mudados para evitar o confronto que tanto prejudicava Dilma. 

Um comentário:

Claudia Letícia disse...

Lula é o cara !
...e Dilma é o fantoche dele, "a presidenta" continuará sendo ele, por tras dos panos.
Você vai ver se algumas vezes ele não vai aparecer travestido de mulher quando Dilma em pessoa não servir.