8.9.09

Apotegma do Pré sal

Esse negócio de Pré sal, ao contrário do que muita gente imagina, é simples. Ou pelo menos era para ser. Minha amiga Atrevida, do Blog conversa atrevida, me pediu dia desses um texto falando sobre esse tema, então la vai...
A Petrobras encontrou no sub solo do mar brasileiro um baita campo de petróleo que vai do Espirito Santo a Santa Catarina – trata-se, portanto, de um petróleo duas vezes santo - com cerca de 800 km de extensão. Só isso já é uma coisa super impactante. A descoberta nos deixa praticamente em condições de igualdade com o Oriente Médio e nos torna, quando a exploração começar, o quinto produtor de petróleo do mundo, ou quase isso.
O campo é chamado de Pré sal porque esta localizado em baixo de uma gigantesca camada de sal à cerca de 7 km de profundidade, além do fundo do mar.
Mas até aí morreu o Neves. A grande questão é a exploração desse campo gigante que exige altíssima tecnologia e só quem tem essa tecnologia é a velha e boa Petrobras.
Ocorre no entanto que a coisa não se resume a isso. A grande pergunta que se faz nos meios financeiros da côrte é a seguinte: A quem caberá o espólio desta guerra?
A Petrobras, como se sabe, distribui seus dividendos para uma carrada de acionistas, ficando ela própria e o Estado brasileiro com uma pequena parte dos seus lucros, que são reinvestidos, naturalmente, para que a vaca dê cada vez mais leite e distribua aos sedentos bezerrões.
O Estado brasileiro atualmente, seja qual for o Governo, não tem qualquer controle sobre os lucros da Petrobras, o que dificulta na hora de determinar investimentos na área social e de infra estrutura. Se o Lula declarar amanhã que vai investir os lucros da Petrobras em saneamento, habitação, educação ou saúde uma matilha de ferozes burgueses sai às ruas imediatamente, com o apoio irrestrito da “Grobo”, para pedir o impeachment do barbudo. Eles consideram um absurdo gastar dinheiro público com o povaréu, até porque, desde Cabral – o outro – o dinheiro do Estado sempre esteve no bolso deles.
Diante desse “pequeno” impasse – dar aos pobres ou continuar dando aos ricos o que é dos pobres – Lula propôs a criação de uma nova Estatal - que não tenha obrigação de distribuir seu lucros com os endinheirados - para tratar exclusivamente do Pré sal. A direitalha enfureceu-se, é óbvio. O tucanato e os demos soltaram labaredas pelas ventas.
Agora, com o envio da proposta de regulamentação feita pelo Governo enviada ao senado com pedido de urgência, a guerra vai começar à vera. A oposição quer jogar a votação para as calendas grergas, já a situação quer tudo rapidinho.
O importante mesmo é que tudo ocorra o mais rápido possível e a exploração comece logo. Por menos que a direitalha admita, o Pré sal pertence a todos os brasileiros. É como o famoso tesouro do templo de Salomão: imensos demais para ficar em poucas mãos.

OBS: Mandei a folha fazer esse infográfico aí em cima especialmente para o nosso Blob.

7 comentários:

conversaatrevida disse...

Tu sabe que eu tive que ir procurar o tal 'Apotegma' no dicionário né? rs

NOSSA tu é RÁPIDO. Não seja modesto dizendo 'me pediu dia desses um texto falando ...'
O email nem chegou e vc já escreveu sobre o assunto...E escreveu 'direitinho'...rs...até EU entendi.

Pois é...Faz um tempão que falam sobre o Pré sal na TV, mas a gente para pouco pra prestar atenção quando não é novela (tá...isso NÃO é verdade...NEM sempre pelo menos...rs), mas tem uns assuntos que falam, falam e a gente não registra.

Agora eu 'tendi' tudinho. Não é um assunto que as pessoas se empolgam muito pra falar, ouvir, escrever, comentar, mas não dá pras coisas acontecerem no nosso país e a gente fazer cara de paisagem. Até porque, no fim, mesmo que indiretamente uma hora chega bem pertinho da gente.

Valeu mesmo pelas informações. Agora se alguém me perguntar no real eu já sei explicar...se for no real mando correrem pra cá.

bjo

Vicente Portella disse...

Valeu Atrê.....beijão salgadinho pra tu...rs

Anônimo disse...

Boa Vicente
Leonardo

Robert Sachsse disse...

É verdade. Sabes que gosto de trocar idéias contigo, Vicente, por que só assim que eu fico por dentro do que está acontecendo politicamente no Brasil de modo rápido e eficaz.
Não tem essa lenga-lenga dos telejornais. Dá preguiça de tentar entender.
VoCê conseguiu mostrar toda a questão em 3 min de leitura.
Muito obrigado, rsrsrs.

Mal disse...

Pô... só curiosidade...
No inicio do ano, eu participei de uma reunião com um RI da Petrobrás e ele comentou que ainda não existia tecnologia para a exploração do Pré-Sal... Essa tecnologia realmente já foi desenvolvida ?
A dúvida é só essa mesma... E em caso de resposta positiva fica uma outra pergunta... Essa outra possível empresa que vai ter o direito a exploração também vai ter o capital aberto ? ( Olha eu já querendo juntar tudo pra tentar participar de um possível IPO )

Vicente Portella disse...

Mal...
Há controvérsias..rs
Entre os técnicos da Petrobras há quem considere que a tecnologia de extração em aguas profundas pode evoluir e ser utilizada no Pré sal, outros acham que não. Como não sou técnico nessa área, não dou pitaco...rs
Quanto ao capital, a tese inicial é de que a nova empresa não tenha capital aberto em bolsa, ou pelo menos não nos moldes atuais da Petrobras. Mas essa discussão ainda vai evoluir bastante, creio, no congresso.

Beatriz Oliveira disse...

Caraca, isso é que é um homem antenado. Adorei a elucidação. Aliás, como eu não vejo TV, nem leio Jornal, não tinha a mínima idéia do que se tratava. Não pense que sou alienada. Só tento me proteger da depressão que me ataca quando ouço notícias desagradáveis. E em jornal e TV é o que a gente mais vê, não é? rs
Bjs, querido.