13.1.09

Preguiça...vamos fumar unzinho?

Ando com preguiça de escrever. Faixa de gaza, crise mundial, desemprego, falta dágua, violência... Essas coisas todas são plenamente abordadas pela mídia todos os dias, todas tão indevidamente manipuladas, que perde-se até o tesão de retrucar.

Lembro de ter visto algumas reportagens no ano novo, cobrindo a festa, e entre cada frase proferida pelos repórteres sobre luzes, roupa branca e árvores ornamentais de bancos sempre havia uma observaçãozinha sobre a tal crise mundial. Chega a ser ridícula a forma como querem nos fazer pensar o tempo todo nessa porcaria.

Matérias sobre violência, então, nem se fala. Desde que descobriram a formula secreta que os permite ditar comportamento coletivo através do medo, o sistema nunca mais abandonou o tema violência. Dá dinheiro e poder, nada mais é tão eficiente. Agora inventaram até a moda de criar um oásis de "PAZ" em meio ao caos como se fosse uma espécie de protótipo de um belíssimo mundo futuro que poderemos alcançar se formos obedientes e amarmos nossos queridos governantes. O engraçado é que nesse protótipo as pessoas vivem sem escolas, saneamento, saúde pública, condições de habitação, ou seja, sem nada. Mas como não há tiroteio todo dia o tempo inteiro, apenas “ordenamento” policial, as pessoas já começam considerar tudo um paraíso. É a velha história do bode na sala.

Aliás, os próprios jornais em geral tem sido uma fonte de inspiração indispensável à galhofa e ao sarcasmo. É inacreditável a forma como idolatram os novos governantes, principalmente os que têm apresentado um comportamento psicótico e fascista. Desalojar miseráveis e perseguir prostitutas tem sido vendido como uma espécie de nova modernidade governamental. Hitler deve estar feliz no além com o reconhecimento póstumo alcançado.

Ainda bem que tem o Helio Ventura tocando no Recantu's Drinks Bar todas as sextas-feiras às 20:00h com o melhor da MPB, Samba, Pop, Rock e diversos ritmos. Dar uma força na divulgação para o amigo certamente ameniza a frustração imposta por uma mídia patética à um mundo tolo.

Só o amor bem feito, sem pressa, e sem fazer a barba e partir, contrariando o que ocorre na canção do Chico, pode nos aliviar dessas dores do mundo.

Além disso, só mesmo a arte. Os poemas e as canções. As telas e os tablados. Arte é vida e amor é arte. Quem não vive por aí fazendo guerra, aterrorizando os outros ou roubando dinheiro público ou privado, sabe muito bem disso.

Só para registrar: quanto à israelenses e palestinos, acho que eles deveriam fumar o cachimbão da paz que está aí na foto.

9 comentários:

conversaatrevida disse...

hummmmmmmmm...eu li seu texto mas vc se incomoda se eu não comentar sobre ele agora?

Faz de conta que tá numa praia...numa rede na varanda...
Chega pra lá e deixa eu me deitar aí ( e não veja NENHUMA conotação sexual nisso viu?......rs)

é só pra ver se nessa rede, encostada no seu peito eu não tenho a sensação que isso tudo que vc falou e que eu sei é real, vira só ficção...
Algo que a gente tem o poder de terminar se apertar o botão do controle remoto.

Pelo menos vou dormir pensando nisso.

Bjo

Atrê

Vicente Portella disse...

Pois é Atrê,

Seria tão bom se a gente pudesse fazer isso, né? Simplesmente desligar essas coisas ruins todas que atrapalham a vida no planeta...
Seria muito bom.

Beijão

Robert Sachsse disse...

Quem precisa de falta dágua, guerra, frustração, pobreza, etc se temos o nosso Pé Grande de volta à ação? Já viu o que o cavaleiro do apocalipse ta fazendo nas ruas, Vicente? E eu que pensei que a tirania tinha acabado... vc deveria voltar com O Falácia porque assunto não vai faltar!

Vicente Portella disse...

Putz Robert,

O cara não é mais o Pé grande, é o cata puta. Alguma menina da noite deve ter feito algo de muito grave à esse cara nesse período de despoder... o sujeito tá com fixação nos puteiros.

Grande abraço.

Robert Sachsse disse...

Pois, mas parece que o BBB, na Brigadeiro, continua funcionando a pleno vapor. Vai ver que lá ele foi bem tratado. Ou então tinha alguma coisa relacinonada com aquela famigerada placa de "Obras de Pavimenetação" de outras épocas. Lembra? Rapaz, ficarei na campanha Volta, O Falácia!!!!

Vicente Portella disse...

Valeu Robert,

Mas quando o pvo quer, é phoda. Não tem jeito.
E lembre-se: quem anta seus males espanta.

Grande abraço

conversaatrevida disse...

passando pra te deixar um beijo

MAS só se vc já parou de FUMAR tá?......rs

Aproveita o seu fim de semana (eu trabalho, mas sempre desejo que os outros aproveitem o seu!)
Atrê

LNabuco disse...

UAU!!! Um cachimbo desse resolveria sim...
Mas acredito também que a Arte salva.
é a expressão pura,impura do fluxo divino de cada um de nós.
Espalhar pelo mundo é receber os nossos sonhos de volta!

googler disse...

chloe bags
chloe handbag
chloe handbags
chloe paddington bags
chloe paddington bag