8.4.08

Adeus, esquerda festiva...

Quando eu era moleque, 14/ 15 anos mais ou menos, corria para as bancas todas as semanas para comprar o Pasquim, o hebdomadário - Jornal semanal com corcóva - mais marcante da história do Brasil. Fundado e dirigido por um bando de intelectuais beberrões, o jornal era sem dúvida alguma o maior algoz da ditadura militar em todo o universo de comunicação da época. Sua forma de fazer humor era uma verdadeira tijolada na testa dos generais.
Quando Paulo Francis saiu do Pasca e apareceu tempos depois como articulista da Globo, apanhou mais que boi ladrão. Todos os brilhantes intelectuais esquerdistas da época constataram em suas formulações motivos pouco nobres na atitude do velho jornalista. Muitos falaram abertamente em dinheiro, o chamaram de vendido e o escambau à quatro. Independente de qualquer coisa Francis continuou brilhante. E além do mais, aquele jeito de falar de forma debochada da esquerdalha, amparado pelo genial sotaque de uísque 12 anos, o tornava odiavelmente imbatível.

Quando Chico Caruzo chutou o pau da barraca foi mais ou menos a mesma coisa. De vendido para baixo a esquerdalha fez a festa em cima do cartunista. Dizem, inclusive, que, não sendo tão peso pesado, intelectualmente falando, quanto Peulo Francis, Caruzo teria se socorrido de um analista por vários anos, para curar os traumas da mudança de posição.
Naquele tempo os que abandonavam o bote da esquerda eram chamados de desbundados.
- Cadê fulano?
- Desbundou.
Era assim que se dizia quando alguém fugia da "luta".
Antes do desbunde de Francis e Caruzo, no entanto, ocorreu a famosa gripe do Pasquim. Foram presos Paulo Francis, Ivan Lessa, Ziraldo, Luiz Carlos Maciel, Paulo Garcez, Flavio Rangel, Sérgio Cabral, Tarso de Castro e Fortuna.
Millôr Fernades, junto com Henfil e vários outros colaboradores, tocaram o jornal durante os 2 meses que durou a prisão da turma. Segundo Jaguar, a única tortura física sofrida pelo grupo foi o corte do cabelo de Luiz Carlos Maciel. De resto, sempre foram unânimes nesse ponto, tudo ocorreu de forma tranquila. Bebiam, liam e até experimentavam um certa simpatia de seus carcereiros.
Escrevi isso tudo aí em cima só pra resgatar o histórico dos fatos e me dizer estupefacto ( É uma rima, mas não uma solução ) diante da notícia que li nos jornais dia desses.
Ziraldo e Jaguar ganharam mais de um milhão de reais, cada um, e mais uma pensão de 4 mil e setecentos reais mensais, por terem sido perseguidos durante a ditadura.
É algo cavalar. Gritante. Absurdo. Nenhum deles sofreu qualquer dano físico. Há centenas, milhares de pessoas, dos dois lados daquela querra que foi a Ditadura no Brasil, que não receberam sequer o reconhecimento do Estado. Nada justifica isso. Aliás, tanto Ziraldo quanto Jaguar seguiram, brilhantemente, é claro, suas carreiras. Escreveram e publicaram vários veículos de comunicação durante os últimos anos, contando inclusive com belas publicidades governamentais.
Ziraldo alega merecer seu 1 milhão e sua pensão porque fez chargues contra Fiqueredo. Pombas... Se ridicularizar governantes valesse tanta grana assim Cláudio Humberto e Teresa Barros, estariam milionários. Isso sem falar no prazer pessoal de se dar uma bela sacaneada em um governante pretencioso.
No final das contas quem está certo é Millôr Fernandes, que nunca arrotou esquerdismo mas foi quem segurou a gripe do Pasquim. O humorista foi curto e grosso: não era revolução, era investimento. Na verdade Ziraldo e Jaguar, na prática, compraram em baixa ações de uma empresa desvalorizada, o esquerdismo, e as venderam agora em alta. Capitalismo puro.
É bom lembrar que Anita Leocádia, filha do legendário Luiz Carlos Prestes e perseguida por ditaduras desde o ventre materno, recebeu apenas 100 mil reais de indenização e doou tudo para o instituto do câncer. E veja bem, Anita nunca se expôs posando de intelectual esquerdista.
E ainda tem gente por aí que defende a revolução russa de 17. Pode até ser efeito retroativo de algum ácido tomado nos idos de 68, mas é bom a gente ficar de olho. Afinal de contas o dinheiro é nosso.

2 comentários:

Placa de Vídeo disse...

Hello. This post is likeable, and your blog is very interesting, congratulations :-). I will add in my blogroll =). If possible gives a last there on my blog, it is about the Placa de Vídeo, I hope you enjoy. The address is http://placa-de-video.blogspot.com. A hug.

laila disse...

sou suspeita para fazer comentarios a vc meu kerido poeta ..........eu simplesmente amo tudo ke vc escreve ...seja poema , critica , cronica ...conclusao ....vc é 10 .....bjux meu kerido amigo !