15.2.09

Fé no que virá

Sinceramente, ando meio ressabiado. Há momentos em que a gente olha para o horizonte e não vê o céu, apenas nuvens escuras que cobrem o luz do sol. Na verdade a gente sabe que é só uma chuva que vem por aí e vai passar logo, mas em um primeiro momento dá uma angústia danada.
Tudo tem acontecido pra nós de forma muito confusa e todo  cenário brasileiro anda meio escalafobético. Tem presidente que não lê, Governador que mata pobre, Prefeito que persegue pessoas e destrói o que foi contruído e, aparentemente, todo mundo acha isso normal.
Mesmo que tudo isso seja angustiante, no entanto, creio que seja possível construir algo novo. Há por aí uma quantidade infinita de pessoas de bem que só não reagem à isso tudo por acreditar que a maioria concorda, mas isso não é verdade. Não pode ser verdade.
Eu estava pensando nessa coisa toda ainda  pouco, quando, escarafunchando o Youtube, encontrei esse vídeo e essa canção do Gonzaguinha. Pode ter sido uma coincidência, mas também pode ter sido uma conspiração de forças astrais, sei lá, pra me dar um tapa no rosto e me trazer para a realidade. A gente só não muda isso que aí está se a gente não quizer.

video

6 comentários:

Licia disse...

Tem gente boa pra caramba fazendo coisas incriveis,mas não aparece porque afinal isso não vende revista ,nem jornal,não da ibope .

Arrumar nossa casa e nesse caso me refiro a mudanças interiores já é um bom começo,depois quem sabefazer parte de algo,tem tanto lugar que precisa de voluntarios.

Sonhar apenas não tem muita valia....sonho é bom com vontade criadora.

Beijos

De

ferafelina disse...

Somos do tamanho dos nossos sonhos.


bjinhos

Vicente Portella disse...

Lícia e Felina,

Concordo plenamente com ambas. Sonhar é fundamental e trabalhar para realizar os sonhos também.
Vamos arregaçar as mangas e fazer acontecer...

Beijão pra vocês

Atre disse...

falando em Gonzaguinha e citando música que eu sei que é algo que nós dois vemos além de apenas algo pra se ouvir...
Tem uma música dele que fala bem o que eu acho que é a maior força transformadora do fututo:
Eu acredito é na rapaziada
Que segue em frente e segura o rojão
Eu ponho fé é na fé da moçada
Que não foge da fera e enfrenta o leão
Eu vou à luta com essa juventude
Que não corre da raia a troco de nada
Eu vou no bloco dessa mocidade
Que não tá na saudade e constrói
A manhã desejada
Aquele que sabe que é negro
o coro da gente
E segura a batida da vida o ano inteiro
Aquele que sabe o sufoco de um jogo tão duro
E apesar dos pesares ainda se orgulha de ser brasileiro
Aquele que sai da batalha
Entra no botequim, pede uma cerva gelada
E agita na mesa logo uma batucada
Aquele que manda o pagode
E sacode a poeira suada da luta e faz a brincadeira
Pois o resto é besteira
E nós estamos pelaí...

E no dia que essa gente realmente se der conta do seu valor, da força que eles têm e não usam aí, porque só se dão conta da força braçal que tem, aí sim MUITA gente vai ter que sambar miudinho.
Porque são ELES que fazem o mundo andar, são eles que não tem o dinheiro, mas que são fontes de riqueza.
Nesse tempo as coisas vão ser MUITO melhores do que os tempos que temos vivido onde a minoria de “espertos” são como traças e só destroem.
Porque apesar de causarem um dano enorme são minoria sim, só parece ser muitos porque prejudicam MILHÕES.

bjo estalado Vicente.

Vicente Portella disse...

Oi Atrê,

Essa música do Gonzaguinha sempre foi uma espécie de hino pra mim. E algo assim, mesmo que poucos vejam dessa forma, não pode ser só para ouvir. Arte, acima de tudo, revoluciona.
O problema é que essa "rapazeada" em que eu, você e o Gonzaguinha acreditamos é, mal comparando, como um elefante. Não sabe a força que tem. Uma pena isso...
Mas um dia a coisa acontece. Como disse vinícius, a coisa não demora. Por mais que para a nossa cronologia esteja demorando paca...rsrsrs

Beijão pra você... estalado, molhado, muitos beijos... multiplos e variados.

Atre disse...

Hummmmmmmm
Passando pra pegar TODOS esse beijos!!!